Inscrições do Minha Casa, Minha Vida, em Abreu e Lima, começam hoje

fevereiro 6, 2012

Começam hoje (SEGUNDA, 06)  e vai até o dia 16, as inscrições para os interessados em morar no maior residencial do Minha Casa Minha Vida em Pernambuco. Situado em Abreu e Lima, o empreendimento é formado por 2.304 moradias, divididas em cinco conjuntos, dos quais o primeiro já será entregue em abril. As primeiras inscrições, na semana passada, foram exclusivamente para as famílias desabrigadas atendidas pelo auxílio-moradia e as moradoras de áreas de risco ou insalubres, monitoradas pela Devesa Civil.

Com 42m², os apartamentos estão sendo erguidas pela Queiroz Galvão e Exatta Engenharia, no novo bairro criado para o conjunto, chamado São José. O processo de inscrição será acompanhado por uma comissão, para máxima transparência, e os moradores serão selecionados pela Caixa Econômica Federal.

As inscrições podem ser feitas na sede da Secretaria Municipal de Educação, onde funciona a Escola Professor José Francisco Barros (Avenida Duque de Caxias, Centro), das 8 às 14 horas. Informações sobre a documentação podem ser obtidas pelo telefone 3538-2414.
 


MINHA CASA MINHA VIDA EM ABREU E LIMA || INSCRIÇÕES A PARTIR DESTA TERÇA, 31

janeiro 30, 2012

Começam nesta terça-feira, 31 de janeiro, o período de inscrições do programa Minha Casa Minha Vida na cidade de Abreu e Lima, na RMR. Os interessados devem se dirigir a sede da Secretária Municipal de Educação, onde funciona a Escola Professor José Francisco Barros, na avenida Duque de Caxias, Centro de Abreu e Lima. Uma equipe da secretária municipal de Habitação vai preencher o formulário da Caixa para as pessoas que querem concorrer a uma das mais de 2 mil unidade habitacionais que estão sendo erguidas na cidade.

“Queremos maior lisura e transparência em todo o processo, desde a inscrição (realizada pela administração municipal) até a seleção dos moradores ( realizada pela Caixa). Não vamos permitir qualquer uso político deste momento tão importante para os moradores de Abreu e Lima que esperam ansiosos em realizar o sonho de ter sua casa própria”, explica o prefeito Flávio Gadelha.

Abreu e Lima vai ganhar um conjunto habitacional com mais de 2 mil apartamento de 42 metros quadrados. O empreendimento está sendo erguidos pelas construtoras Queiroz Galvão e Exatta Engenharia, financiado pela Caixa Econômica. A previsão que as primeiras 300 unidades sejam entregues no mês de março deste ano. O obra é fruto do programa Minha Casa Minha Vida e vai atender moradores da cidade, que podem pagar prestações que vão de R$ 50 a R$ 150 durante 10 anos.

As inscrições nos primeiros dias serão destinadas, com prioridades, para os moradores que moravam em áreas de risco que estão em auxilio moradia, e moradores de áreas de risco monitorados pela Defesa Civil Municipal.

Respeitando a Lei

Segundo o secretário de Habitação, Dirceu Menelau, a Prefeitura Municipal de Abreu e Lima vai abrir o processo de inscrição com base em dois critérios do Governo Federal e três do Municipal, referendado pelo Conselho Municipal de Habitação. “Estamos respaldados na Lei do Programa Minha Casa e Minha Vida, do Governo Federal (LEI Nº 11.977, DE 7 DE JULHO DE 2009.), que aponta exigências para inscrição, impedimentos e documentos necessários. Lembrando que vão ser respeitados percentuais para idoso (3%) e deficiente físico (3%).

Critérios

Ainda de acordo com Dirceu Menelau, os critérios para se inscrições no Programa em Abreu e Lima são: antigos moradores de áreas de risco que estão em auxilio moradia; moradores de áreas de áreas de risco monitorados pela Defesa Civil Municipal; residentes há mais de dois (02) anos em Abreu e Lima; pessoas em vulnerabilidade social; maior número de filhos. “A prioridade do Governo Federal é a retirada de famílias de áreas de risco, evitando tragédias que acontecem por todo o Brasil. E a Prefeitura de Abreu e Lima é uma das cidades brasileira que já tem mapeado famílias que residem em áreas de risco de diversos grau de risco.”, explica Dirceu.

 

Exigências para Inscrição
  1. Ser Maior de 18 anos ou emancipado
  1. Ser brasileiro ou naturalizado
  1. Ter visto de permanência no Brasil, no caso de estrangeiro
  1. Sendo analfabeto ou ser impossibilitado de assinar o contrato é exigido a procuração
  1. Residir em Abreu e Lima há mais de dois (02) anos
  1. Famílias com renda mensal de até R$ 1.600,00 (mil e seiscentos reais)

 

 

Impedimentos
  1. Ter recebido benefícios de natureza habitacional oriundos de recursos orçamentarios da união
  1. Estar cadastrado no CADMUT (Cadastro Nacional dos Mutuários)
  1. Ser proprietário, cessionário, promitente comprador, usufrutuário de imóvel residencial; ser ou ter sido arrendatário do PAR ou detentor de financiamento residencial em qualquer localidade do país, aí considerado também o financiamento para material de construção mesmo que para uso em imóvel não próprio.
  1. Estar inscrito no CADIN (Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal).
  1. Empregados da Caixa e respectivos cônjuges

 

Documentos necessários
  1. Identidade ou outro documento de identificação com foto e filiação
  1. CPF ou documento oficial que contenha o referido cadastro
  1. Atestado de residência
  1. Provação de estado civil; certidão de casamento, certidão de casamento com averbação de separação/divorcio, certidão de óbito do cônjuge ou declaração de união estável

 

Obs:

- Os documentos pessoais são apenas do responsável familiar e seu cônjuge.

 – Os documentos devem ser apresentado em cópia, acompanhadas dos originais para serem carimbadas e assinadas por empregado do Poder Público com a expressão “confere com o original”, podendo ser aceitas, também cópias autenticadas em cartório.


Clipping PMAL || Minha Casa inscreve em Abreu e Lima

janeiro 26, 2012

Cadastro para maior empreendimento do programa começa na próxima semana
 
ANÁLISE das mais de duas mil famílias será feita pela financiadora, a Caixa Econômica

A Prefeitura de Abreu e Lima inicia na próxima semana as inscrições para os interessados em adquirir um imóvel no maior empreendimento do Minha Casa, Minha Vida na Região Metropolitana do Recife (RMR). São 2.304 apartamentos em um só conjunto residencial, localizado no novo bairro, chamado São José. As residências possuem 42m² e avaliação orçada em R$ 45 mil.

A data de início do cadastro será informada durante a próxima semana, mas a prefeitura já adiantou que a prioridade nesta etapa será daqueles que moram em áreas de risco monitoradas pela Defesa Civil ou que tenham morado e já estejamm no benefício do auxílio moradia. Porém, todos os interessados, dentro dos critérios, poderão se inscrever.

Nesta primeira etapa serão 234 unidades habitacionais entregues até o fim de abril deste ano. Cerca de 600 famílias dentro do critério prioritário serão pré-selecionadas pelo município e analisadas pela Caixa Econômica Federal, financiadora das residências. Os apartamentos estão sendo construídos pela Queiroz Galvão e Exatta Engenharia e custarão parcelas mensais entre R$ 50 e R$ 160, durante dez anos.

Para a seleção, o município criou uma comissão formada por nove membros do poder público e sociedade civil, que irão fiscalizar todo o processo junto ao Conselho Municipal de Habitação. “O objetivo é promover a maior transparência possível para que não haja nenhum tipo de influência na escolha dos beneficiados”, explicou o secretário municipal de Habitação, Dirceu Menelau.

Para a inscrição é preciso ser maior de 18 anos ou emancipado; ser brasileiro ou naturalizado; ter visto de permanência no Brasil, se estrangeiro; ter procuração se analfabeto ou impossibilitado de assinar o contrato; residir em Abreu e Lima há mais de dois anos; ter renda familiar mensal de até R$ 1,6 mil; e estar inserido no Cadastro Único para Programas Sociais (Cadúnico).

É preciso levar RG ou outro documento com foto e filiação; CPF ou documento oficial que contenha o número dele; atestado de residência; e provação de estado civil (certidão de casamento, certidão de casamento com averbação de separação/ divórcio, certidão de óbito do cônjuge ou declaração de união estável). O local de inscrição será a Escola Professor José Francisco Barros, no Centro. Informações: 3538-2414.

(FOLHA DE PERNAMBUCO)


Minha Casa inscreve em Abreu e Lima

janeiro 24, 2012
A Prefeitura de Abreu e Lima divulga amplamente nos meios de comunicação tudo sobre as inscrições do Minha Casa Minha Vida, a exemplo da matéria vinculada no sábado, dia 21 de janeiro de 2012, na página 04 do caderno de economia da Folha de Pernambuco.
 

ANÁLISE das mais de duas mil famílias será feita pela financiadora, a Caixa Econômica

A Prefeitura de Abreu e Lima inicia na próxima semana as inscrições para os interessados em adquirir um imóvel no maior empreendimento do Minha Casa, Minha Vida na Região Metropolitana do Recife (RMR). São 2.304 apartamentos em um só conjunto residencial, localizado no novo bairro, chamado São José. As residências possuem 42m² e avaliação orçada em R$ 45 mil.

A data de início do cadastro será informada durante a próxima semana, mas a prefeitura já adiantou que a prioridade nesta etapa será daqueles que moram em áreas de risco monitoradas pela Defesa Civil ou que tenham morado e já estejamm no benefício do auxílio moradia. Porém, todos os interessados, dentro dos critérios, poderão se inscrever.

Nesta primeira etapa serão 234 unidades habitacionais entregues até o fim de abril deste ano. Cerca de 600 famílias dentro do critério prioritário serão pré-selecionadas pelo município e analisadas pela Caixa Econômica Federal, financiadora das residências. Os apartamentos estão sendo construídos pela Queiroz Galvão e Exatta Engenharia e custarão parcelas mensais entre R$ 50 e R$ 160, durante dez anos.

Para a seleção, o município criou uma comissão formada por nove membros do poder público e sociedade civil, que irão fiscalizar todo o processo junto ao Conselho Municipal de Habitação. “O objetivo é promover a maior transparência possível para que não haja nenhum tipo de influência na escolha dos beneficiados”, explicou o secretário municipal de Habitação, Dirceu Menelau.

Para a inscrição é preciso ser maior de 18 anos ou emancipado; ser brasileiro ou naturalizado; ter visto de permanência no Brasil, se estrangeiro; ter procuração se analfabeto ou impossibilitado de assinar o contrato; residir em Abreu e Lima há mais de dois anos; ter renda familiar mensal de até R$ 1,6 mil; e estar inserido no Cadastro Único para Programas Sociais (Cadúnico).

É preciso levar RG ou outro documento com foto e filiação; CPF ou documento oficial que contenha o número dele; atestado de residência; e provação de estado civil (certidão de casamento, certidão de casamento com averbação de separação/ divórcio, certidão de óbito do cônjuge ou declaração de união estável). O local de inscrição será a Escola Professor José Francisco Barros, no Centro. Informações: 3538-2414.

(FONTE: FOLHA DE PERNAMBUCO – http://www.folhape.com.br/cms/opencms/folhape/pt/edicaoimpressa/arquivos/2012/janeiro/21_01_2012/0077.html)


Prefeito de Abreu e Lima proíbe “uso político” do programa Minha Casa, Minha Vida

janeiro 23, 2012

Para impedir o uso político do programa “Minha Casa, Minha Vida”, o prefeito de Abreu e Lima, Flávio Gadelha (PMDB), pediu hoje ao Conselho Municipal de Habitação a criação de uma comissão para fiscalizar as inscrições para seleção dos interessados.

Há atualmente n o município, disse ele, cerca de dois mil apartamentos em construção. E para evitar que esses imóveis entre o jogo bruto da política, esta Comissão ficará encerrada de examinar a lisura das inscrições.

O prefeito Flávio Gadelha é um dos mais bem avaliados da área metropolitana. Mas, até agora, ainda não definiu o candidato à sua sucessão.

(Fonte: Blog de Inaldo Sampaio – http://maisab.com.br/tvasabranca/inaldosampaio/2012/01/20/prefeito-de-abreu-e-lima-proibe-%e2%80%9cuso-politico%e2%80%9d-do-programa-minha-casa-minha-vida/ )


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.